(51)3224-8400
Dólar: R$4,166 | Taxa Selic: 5,50% | Salário Mínimo: R$998,00
img-responsive

Dólar opera em queda, à espera de dados do mercado de trabalho dos EUA

Dólar opera em queda, à espera de dados do mercado de trabalho dos EUA

No dia anterior, o dólar encerrou negociado a R$ 4,0875 – queda de 1,13%. Foi o menor valor de fechamento desde o dia 17 de setembro.

O dólar opera em queda nesta sexta-feira (4), à espera de dados do mercado de trabalho norte-americano que podem aumentar as apostas de corte de juros nos EUA, o que tende a amparar a continuação do ajuste de baixa no dólar.

Às 9h31, a moeda norte-americana caía 0,41%, vendida a R$ 4,0706.

No dia anterior, o dólar encerrou negociado a R$ 4,0875 – queda de 1,13%. Foi o menor valor de fechamento desde o dia 17 de setembro e a maior queda diária desde o dia 4 de setembro, quando uma combinação de eventos no exterior levou a um recuo de 1,78% da moeda americana no Brasil, segundo o Valor Online.

A divulgação de dados do mercado de trabalho dos Estados Unidos dará mais sinais sobre a saúde da economia norte-americana e o futuro da política monetária do Federal Reserve (BC dos EUA).

Na visão de Ricardo Kazan, responsável por moedas, juros globais e commodities da Novus Capital, a boa performance do real pode ser explicada tanto pela perspectiva de enfraquecimento do dólar lá fora quanto pelo conjunto recente de indicadores econômicos do Brasil, que apontam para uma possível retomada do crescimento local.

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 10.500 contratos de swap cambial reverso — nos quais assume comprada em dólar — e ofertará até US$ 525 milhões em dólar à vista. Adicionalmente, a autarquia também realizará leilão de contratos de swap tradicional, para rolagem do vencimento dezembro de 2019.

 

Fonte: G1 Economia.